Na imprensa

Projeto Escolas Protagonistas é destaque no portal Porvir

By 11 de janeiro de 2022 fevereiro 21st, 2022 No Comments

O Projeto Escolas Protagonistas do Lugar de Vida – Centro de Educação Terapêutica é destaque em reportagem de Vinícius de Oliveira, no portal Porvir – Inovações em Educação, com o título “Projeto cria pontes entre escolas para apoiar a inclusão”. A reportagem conta como o Lugar de Vida constrói uma rede de escolas para falar de educação inclusiva a partir de uma abordagem terapêutica e como especialistas e representantes de escolas coletam evidências e refletem sobre práticas que favorecem a inclusão.

Entrevistada, Maria Eugênia Pesaro, psicóloga mestre em Psicologia Social e doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, sócia do Lugar de Vida, descreve a abordagem terapêutica realizada pelo Projeto: “Cada um de nós veio ao mundo com um aparelho biológico mental, mas vai se tornar um sujeito, um ser humano, a partir das relações com os outros seres humanos ou com o meio ambiente. Todos temos modos de ser e de estar no mundo que são diferentes. Isso não significa nem mais, nem menos”.  A importância das interações com adultos e outras crianças é clara, segundo Maria Eugênia: “A cada troca, a criança vai se conhecendo melhor e transformando as manifestações do corpo para um campo de sentidos e significações”.

A diretora do Lugar de Vida diz na reportagem que a principal diferença do programa é criar um espaço de escuta e reconhecimento para cada criança e cada sujeito antes de qualquer diagnóstico que venha a defini-lo. Por isso, evita usar os termos “especial” ou mesmo “deficiência”.  “Especificamente do ponto de vista do autismo, a questão é como se pensa a deficiência não só a partir do sujeito, mas a partir do que causa a barreira”, afirma.

A Escola Nossa Senhora das Graças, em São Paulo (SP), conhecida como Gracinha, que participa do projeto Escolas Protagonistas desde sua primeira edição (2016), também participou da reportagem, com entrevista do psicólogo escolar Maurício Walter Moura. Outra escola participante, o Colégio Santa Cruz, também contou suas experiências, em entrevista de Lucila Toledo Bernardes, coordenadora do Núcleo de Práticas Inclusivas.

Veja a entrevista

Leave a Reply